CONTATO

E-MAIL: ventosulazul@gmail.com

A reaproximação de LA

É o que parece. O vitorioso dirigente, durante a semana, em seu twitter pessoal, onde mantém uma foto de longa data clicada na sala de imprensa do Avaí, já tinha anunciado a compra dos direitos do atacante, e que o destino dele, mesmo diante de muitas propostas, seria o Avaí.

Isso só mostra que a manutenção dos incompetentes que assumiram o futebol avaiano funcionava mesmo como um entrave às negociações positivas e ao bom relacionamento com os investidores que deve existir no extra campo.

Luis Alberto ainda aproveitou para parebenizar as duas equipes em que estão a maioria dos jogadores de sua carta - o Avaí e o Coritiba - enaltecendo suas conquistas e suas torcidas.

Vejo que tais declarações não traduzem mais aquela dependência que existiu outrora, mas apenas afirmações de um parceiro que, com ética e com boa vontade, quer vencer em conjunto com aqueles que lhes proporcionam a vitrine indispensável à valorização de seus próprios atletas.

2 comentários:

  1. JÚLIO RICHARD CÂMARA15 de maio de 2011 15:00

    REAPROXIMAÇÃO COM A -LA-...tudo bem. AGORA, DEPENDÊNCIA - NUNCA - NOSSO AVAÍ, DEVE SIM MANTER BOAS RELAÇÕES COM TODOS. PROCURADORES, AGENTES, ASSESSORES, SEM LÁ MAIS O QUÊ, DESTES "EXPERTALHÕES" QUE ENTRARAM EM CAMPO COM ESTA FAMIGERADA, NOJENTA E ESTAPAFÚRDIA -lei pelé-. SE DIZIAM QUE ANTIGAMENTE OS ATLETAS ERAM -SERVIÇAIS- DOS CLUBES..., HOJE SÃO ESCRAVOS DOS TAIS AGENTES, PROCURADORES,ETC.,ETC.,ETC. SÓ MUDOU O PATRÃO...UMA PERGUNTINHA QUE NÃO QUER CALAR: O QUE -pelé- LEVOU COM ESTA MERDA DE LEI??? PARA MUITOS...MUITO.

    RICA - JÚLIO RICHARD CÂMARA.

    ResponderExcluir
  2. É isso mesmo, Rica. Como eu disse no post, não se trata mais de dependência como era em 2010, onde a grande maioria do elenco era do LA. Agora o LA é um parceiro, e dos bons. E isso não significa que não possam existir outros, desde que da mesma estirpe.
    Abraços!

    ResponderExcluir

Por questão de respeito ao leitor, os comentários passam por uma breve moderação, que em hipótese alguma se confundirá com qualquer tipo de censura. Portanto, fique à vontade!